segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Lista de aprovados no curso O Alcoolismo e As Mulheres

Saiu a lista de aprovados para meu curso sobre O Alcoolismo e As Mulheres, que será trabalhado sobre a perspectiva da Psicologia Analítica, promovido em parceria com a Liga Junguiana, Archés Psicologia, e Liga Acadêmica sobre Substâncias Psicoativas.


Lista de aprovados. Parabéns aos selecionados!


Renan M. FranklinPsicólogo e Psicoterapeuta em Curitiba

sexta-feira, 3 de agosto de 2018

O Alcoolismo e as Mulheres - Grupo de Estudos sobre Usos de Drogas na Perspectiva Analítica

Nós da Liga Acadêmica sobre Substâncias Psicoativas, juntamente com a Liga JunguianaArchés Psicologia Clínica; e Psicólogo Renan Franklin, estamos lançando uma nova edição de Curso do Grupo de Estudos Sobre Usos de Drogas na Perspectiva Analítica, desta vez com a temática "O Alcoolismo e as Mulheres".





A proposta é realizar nove encontros semanais, com duração de duas horas cada, para discutirmos o livro "O Alcoolismo e as Mulheres: Contexto e Psicologia" de Jan Bauer, terapeuta analítico formado pelo Instituto C. G. Jung de Zurique. No último encontro, discutiremos o capítulo "A preservação do Self: A identificação de armadilhas, arapucas e iscas envenenadas" do livro "Mulheres que correm com os lobos", de Clarissa Pinkola Estes. Recomendamos que a leitura de cada capítulo seja realizada na semana que antecede sua discussão.


Cronograma:
Segundas-feiras, 15 às 17 horas
27/08/18 - Introdução
03/09/18 - Modelos leigos sobre alcoolismo
10/09/18 - Modelos médico e psicológicos
17/09/18 - Conceitos Junguianos e alcoolismo
24/09/18 - Padrões Arquetípicos femininos e bissexuais
01/10/18 - Padrões Arquetípicos masculinos na mulher
08/10/18 - Histórias de casos
22/10/18 - Fatores psicológicos
29/10/18 - Armadilhas, arapucas e iscas envenenadas

Local: Archés Psicologia - Rua David Carneiro, 431 - São Francisco - Curitiba


Totalizando 18 horas de curso, o valor de investimento será de R$270 para quem pagar à vista no período de inscrição, que antecede o início do grupo, podendo também ser parcelado em 2xR$150, sendo paga a primeira no período de inscrição, e a segunda na quarta reunião. Este valor inclui a matrícula, acesso ao material base do curso, lanches, e emissão do certificado.


Caso tenha interesse em participar, CLIQUE AQUI e preencha o questionário. Ele é uma seleção dos candidatos, além de servir como indicativo sobre características do público interessado. O questionário estará disponível até dia 12/08/2018. O resultado da lista de aprovados para participarem no grupo será divulgado por nossos meios de comunicação até dia 19/08/2018.

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Novo módulo previsto para curso gratuito sobre drogas do NIED na UFPR

Terceiro módulo do curso oferecido pelo CRR - Centro Regional de Referência para Formação em Políticas sobre Drogas-, coordenado pelo NIED - Núcleo Interdisciplinar de Enfrentamento à Drogadição- da UFPR - Universidade Federal do Paraná-, já possui data e programação.
Acontecerá entre os dias 6 de Setembro e 4 de Outubro em Curitiba. As inscrições são gratuitas, e poderão ser feitas no site do CRR, clicando aqui.


Renan M. Franklin
Psicólogo e Psicoterapeuta em Curitiba

Corte para a CAPES pode cancelar todas as bolsas de pós graduação em 2019

A CAPES - Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - anunciou em ofício ontem, que mantendo o repasse do governo para 2019, várias medidas terão que ser tomadas, incluindo:
"Suspensão do pagamento de todos os bolsistas de mestrado, doutorado e pós-doutorado a partir de agosto de 2019, atingindo mais de 93 mil discentes e pesquisadores, interrompendo os programas de fomento à pós-graduação no país, tanto os institucionais (de ação continuada), quanto os estratégicos (editais de indução e acordos de parceria com os estados e outros órgãos governamentais).
Suspensão dos pagamentos de 105 mil bolsistas a partir de agosto de 2019, acarretando a interrupção do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid) (Edital n° 7/2018), do Programa de Residência Pedagógica (Edital n° 7/2018) e do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor) (Edital nº 19/2018).
Interrupção do funcionamento do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB) e dos mestrados profissionais do Programa de Mestrado Profissional para Qualificação de Professores da Rede Pública de Educação Básica (ProEB), com a suspensão dos pagamentos a partir de agosto de 2019, afetando os mais de 245.000 beneficiados (alunos e bolsistas - professores, tutores, assistentes e coordenadores) que encontram-se inseridos em aproximadamente 110 IES, que ofertam em torno de 750 cursos (mestrados profissionais, licenciaturas, bacharelados e especializações), em mais de 600 cidades que abrigam polos de apoio presencial."
Ofício completo clicando aqui.

Renan M. Franklin
Psicólogo e Psicoterapeuta em Curitiba

segunda-feira, 18 de junho de 2018

Curso gratuito sobre drogas promovido pelo CRR da UFPR

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) por meio do Núcleo Interdisciplinar de Enfrentamento à Drogadição (NIED) e da Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (PROEC) realizam novas edições dos cursos do Centro Regional de Referência para Formação em Políticas sobre Drogas (CRR).

Realizei os quatro módulos na primeira vez que foram realizados, e tenho total convicção ao recomendar estes cursos. São gratuitos, coordenados por professores altamente capacitados, e com certeza é um grande espaço para trocas e aprendizado. Tive oportunidade de conhecer diversos profissionais que agem diretamente no atendimento aos usuários de drogas em Curitiba, e suas mais variadas visões e realidades sobre a temática. #ficaadica

Para acessar o link direto do CRR onde consta edital e espaço para inscrições, clique aqui.


Renan M. Franklin
Psicólogo e Psicoterapeuta em Curitiba

quinta-feira, 24 de maio de 2018

A inversão é obscena

A inversão é obscena. Ver as coisas de uma perspectiva diferente, é tido com estranhamento pela consciência, que costuma se julgar detentora do saber. A inversão é herética e erótica. É proibida frente à toda moral, costumes e escolhas tomadas até então com base e baseando o pensamento vigente, contra mestres que me ensinaram como pensar, contra a fé que demanda inquestionabilidade, ao mesmo tempo que desperta curiosidade, e gruda nos pensamentos. O invertido, o do avesso, exatamente por ele mostrar aquilo que escondemos de nós mesmos, torna-se insuportável. Ele ostenta tudo aquilo que acreditamos não ter, mesmo que tenhamos de nossa própria forma. E mesmo tão diferente, ele é o mesmo que nós, tanto quanto nós. Quem, afinal, é o centauro invertido?



Renan M. Franklin
Psicólogo e Psicoterapeuta em Curitiba

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Carta de amor sincera ao pânico

   O texto a seguir, foi escrito por meu amigo Luca Pedroso, em uma rede social, tendo ele me permitido divulgar de forma mais abrangente. Trata-se de uma conversa franca e aberta com a sua recorrente Síndrome do Pânico. O exercício do Ego, não deve ser apenas compreender de que forma  os complexos podem ser úteis para si, mas sim, de reconhecer a autonomia destes. É a abertura para um espaço democrático de diálogo sincero interno. Vamos ao texto:


"vamos falar sobre síndrome do pânico? vamos.... 
oi pânico tudo bem? Sim né? só me observando. Ontem eu estava bem, mas hoje você apareceu, e ninguém nunca entende, mas eu te entendo e sei que só quer se mostrar, mas te digo, não é legal te ter aqui, por mim você sumia da minha vida, mas não... Sempre tem que aparecer e eu tive que me acostumar. Sabia que muitas pessoas te chamam de frescura?? Sim, é pq não te conhecem hahah, mal sabem elas que você é intensa, que você vem e se mostra, e quando aparece consegue ser a coisa mais fodaaa.
Mas saiba que quem te conhece, não gosta de você... Sim, desculpa te falar, mas... você faz mal pra todos, não é legal andar com você, não é legal ter você, mas você não entende isso e sempre permanece ali, e temos que lidar com isso, mesmo quando pessoas ao meu redor não sabem lidar com a gente... Infelizmente é o que passamos quando você está ao nosso lado, mas saiba, que você nunca será maior que eu, nunca vai conseguir me dominar, eu sou mais forte e eu sei lidar comigo....

Com amor Luca."

   Um psicólogo não é um exorcista de demônios, não fará com que uma parte autônoma sua, que te incomoda, simplesmente suma. Qualquer tentativa de barrar uma manifestação autônoma da psique, seja ela de Pã (que dá origem à palavra pânico), ou qualquer outra, é temporária ou fracassada. Para que o processo seja eficaz, deve ser inverso. Assim sendo, devemos nós nos voltarmos ao fenômeno incômodo para tentar compreendê-lo, oferecendo vias não impostas, mas possíveis, à essa energia psíquica. Só é possível "superar" uma perda, um trauma, depois de aceitá-lo. Nesse sentido, o psicólogo serve como ponto de apoio para este encontro que, muitas vezes, pode ser ameaçador ou unilateral. E você, já se permitiu abraçar seu demônio hoje?

Renan M. Franklin
Psicólogo e Psicoterapeuta em Curitiba